domingo, 31 de agosto de 2014

MACUMBA É PRÁTICA ESPÍRITA?



MACUMBA É PRÁTICA ESPÍRITA? Antes de tudo, MACUMBA é um instrumento africano de percussão e macumbeiro é quem toca este instrumento.
Mas, no sentido de trabalho espiritual, precisamos esclarecer que mediunidade não é propriedade dos espíritas. Há médiuns espíritas e médiuns que não são espíritas, são espiritualistas. Esse tipo de “trabalho” não se encontra nas Casas Espíritas, e sim em algumas casas espiritualistas. Seria incoerente falarmos de Jesus que ensinou a perdoar, amar o próximo e o inimigo, etc. e prejudicarmos alguém. Lembrando que, espíritos que pedem sacrifícios animais ou humanos, bebida alcoólica, charutos, comida, sacrifício e sangue de um irmão inferior (animal) ou mesmo humano, que participam de trabalhos de vingança ou outra maldade qualquer, precisam de esclarecimento cristão. Eles ainda estão apegados a coisas materiais e sentimentos inferiores. Os que buscam os que intermediam e o espírito que aceita tal trabalho estão contrariando a Lei de Deus. Respeitamos o livre arbítrio de cada um, mas, devemos advertir que não é uma prática espírita.
Se Espíritos resolvessem problemas, Chico Xavier, que foi muito mais merecedor que muitos de nós, não teria sofrido com doenças e problemas. Já que vivia em contato direto com eles. Então, sigamos o conselho do apóstolo Paulo: "Não creiais em todos os espíritos, mas examinai se eles são de Deus." (João 4:1). Examinemos se seus conselhos e pedidos agradariam a Deus. Então, Umbanda e Candomblé não são práticas espíritas e sim espiritualistas. Elas não derivam do Espiritismo, embora algumas utilizem alguns livros da doutrina espírita. Então, não forme sua opinião utilizando como base a opinião dos outros, principalmente a dos falsos profetas que pregam aos seus fiéis a mentira, o preconceito, a inimizade e até o desrespeito que, muitas vezes, chega à violência. Isto não é cristão. Busque conhecer para não confundir e julgar.

 Rudymara




QUAL A DIFERENÇA ENTRE UMBANDA, CANDOMBLÉ E ESPIRITISMO?

UMBANDA é uma religião nascida em 1908 pelo médium Zélio de Moraes (foto). Une elementos do catolicismo, do Espiritismo e religiões afro-brasileiras. Segue o princípio da fraternidade e da caridade sob as leis da Natureza e do plano espiritual.  
CANDOMBLÉ é uma religião musical e culturalmente rica, trazida pelos escravos da África no final do século XVI. Segue as leis da Natureza, que tem como divindade os Orixás. Estes que cuidam e equilibram as energias da nossa existência.
ESPIRITISMO deve ser entendido como a Doutrina surgida na França no século XIX mais precisamente em 1857, cujos ensinamentos foram trazidos pelos Espíritos e organizados por Allan Kardec nos 5 livros: "O Livro dos Espíritos", "O Evangelho Segundo o Espiritismo", "O Livro dos Médiuns", "A Gênese", "O Céu e o Inferno". Constatando que a Bíblia não pode estar nos condenando, já que o Espiritismo nasceu em 1857 e ela começou a ser escrita por Moisés em 1437 a.C. e terminou com João em 98 d.C...
O ESPIRITISMO NÃO TEM: dogmas, rituais, vestes especiais, cálice com vinho ou qualquer bebida alcoólica, incenso, mirra, fumo, altares, imagens, andores, velas, procissões, trabalhos espirituais, talismãs, amuletos, sacrifício animal, santinho, horóscopo, cartomancia, quiromancia, astrologia, numerologia, pagamento de promessas, despachos, riscos de cruzes e pontos, não tem curas espirituais milagrosas, fórmulas mágicas para resolver problemas sentimentais ou financeiros, etc.

Texto de Rudymara

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

BALA PERDIDA NA VISÃO ESPÍRITA


 

 PERGUNTA: Um homem mal intencionado lança sobre alguém um projétil que o toca de leve e não o atinge. Um espírito benevolente pode tê-lo desviado? 


RESPOSTA: Se o indivíduo não deve ser atingido, o espírito benevolente lhe inspirará o pensamento de se desviar ou poderá ofuscar seu inimigo de maneira a fazê-lo apontar mal. Porque o projétil, uma vez lançado, segue a linha que deve percorrer. (L.E. questão 528)

Vejam que os espíritos não desviam a bala que poderá nos atingir. Mas poderão inspirar quem atira para errar o alvo ou inspirar o alvo a sair da mira. Mas, se a pessoa a ser atingida não estiver em sintonia com o espírito amigo, não ouvirá o alerta.
A Terra é um planeta de provas e expiações. O simples fato de aqui vivermos significa que somos Espíritos comprometidos com débitos que justificam qualquer tipo de sofrimento ou morte que venhamos a enfrentar, como contingência evolutiva, sem que tenha ocorrido um planejamento dos superiores celestes nesse particular. Como Deus colocaria um filho no mundo para se comprometer com a lei divina só para que outro filho resgate um débito? Um quita seu débito e o outro contrai? Se fosse verdade o que atira não teria culpa, já que nasceu para fazer aquilo. Se, por acaso, esta pessoa estava, como dizem, “no lugar errado na hora errada”, ele apenas adiantou o pagamento de algum débito. Ninguém nasce para matar nem para morrer assassinado. Nós acreditamos que nascemos para evoluir.
COMO DEVE PROCEDER O ESPÍRITO ASSASSINADO, NO PLANO ESPIRITUAL? As “pseudovítimas”, se conseguirem superar as reações de ódio e vingança, ganham muito. Regressam à Espiritualidade como alunos bem sucedidos em inesperado teste, habilitando-se a uma situação melhor no futuro. E aqueles que se tornarem verdugos (obsessores), um trágico futuro os aguarda, em virtude de seu comprometimento com o mal. Este conselho serve também aos encarnados. Toda vingança é contrário ao perdão. O assassino é um enfermo da alma. Fazer justiça com as próprias mãos, seria igualar-se ao irmão desequilibrado. O pedido de Jesus, não deve ficar no papel. É no momento de dor que somos testados.
 
 
 
Compilação de Rudymara baseado em respostas de Richard Simonetti
 
 
 

sábado, 23 de agosto de 2014

SÓ EXISTE DOENÇAS PORQUE EXISTE DOENTES - Joanna de Ângelis


 

"Muitas vezes Jesus aplicou a terapia para diminuir as mazelas humanas, contudo, sempre dizendo aos recém-curados: vai e não voltes a pecar . . . isto é, não se comprometa moral e emocionalmente, para que não lhe aconteça algo pior. Só existe doenças porque há doentes. No instante em que se renove interiormente, o indivíduo não terá mais doenças. Libertamo-nos de uma doença, sendo acometidos por outra, em virtude dos fenômenos cármicos, por nossas dívidas. O Espiritismo tem sido mais um consultório para atender corpos do que uma Doutrina de psicoterapia para libertar almas: não que isso seja negativo, mas não é fundamental. O médium curador (passista) é um indivíduo que possui uma energia típica podendo trabalhar nas células, fazendo com que a pessoa recupere o equilíbrio momentaneamente perdido. Poderá atuar no campo da degenerescência celular, contribuir na área psicológica, psiquiátrica, tendo como fundamento essencial trabalhar o ser como indivíduo integral, para, em se transformando, não ter necessidade de depurar-se através da dor e, ao contrário de sofrer, amar. As dívidas que tenha, resgatará pelo bem que realize e, não, pelas lágrimas que verta."
 
 
Divaldo P.Franco
 
 
 
 
 

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

O DESPERTAR DE DIANA NO PLANO ESPIRITUAL



Certo dia, a princesa Diana vai procurar madre Teresa de Calcutá, abrindo-lhe o coração. Falou-lhe de suas angústias, do vazio que sentia em seu íntimo, muito embora, a sua, fosse uma vida de glamour. E confessou-lhe o desejo de fazer parte de sua ordem religiosa.
A madre comoveu-se ante o relato, cheio de ternura e confiança, e viu muita doçura e bondade na alma daquela mulher simples, porém muita rica e famosa. E, com grande carinho, buscou orientá-la.
Disse que ela era uma princesa e, como tal, não poderia pertencer à sua ordem religiosa, de extrema pobreza.
A Madre disse também:
- Diana, você pode doar esse amor às crianças indefesas. Na sua posição, você pode auxiliar muitas delas, que sofrem... A caridade pode ser exercida em qualquer lugar onde nos encontremos...
A princesa voltou para o seu palácio e, daí em diante, dedicou-se a visitar crianças vítimas da AIDS, essa enfermidade tão cruel, e auxiliou, com enorme carinho, crianças mutiladas pelas minas das guerras... Desde então, encontrou a alegria de ser útil, o prazer de servir.
Madre Teresa tudo acompanhava pelos informes da TV, da imprensa. E, entre aquelas duas mulheres, elos de amor passaram a existir.
O tempo correu. Alguns meses depois, a princesa, amiga dos sofredores, a "rosa da Inglaterra", como era conhecida mundialmente, veio a desencarnar num acidente que chocou a todos.
A madre, muito abalada, ao saber do fato, apressou-se a tomar providências e a cancelar compromissos, a fim de comparecer ao funeral, dias depois.
Algo, porém, alterou-lhe os planos. Sua saúde, muito instável, levou-a à cama. Alguns dias se passaram, e Madre Teresa veio também a falecer.
Joanna de Ângelis nos contou, então, o suceder dos acontecimentos do "outro lado".
Madre Teresa foi recebida numa festa de luz, sob a carinhosa assistência de Teresa de Lisieux, a Santa Terezinha do Menino Jesus, como é adorada na Igreja Católica. Permaneceu consciente de seu processo desencarnatório, na paz de consciência que sua vida honrada lhe fizera merecer.
E é então que a Madre pergunta à religiosa que lhe recebera, onde estava Diana. E Teresa de Lisieux lhe conta que a princesa, devido ao choque causado pelo acidente, estava dormindo, ainda em refazimento e recuperação.
Madre Teresa de Calcutá vela pela princesa, faz-lhe companhia, ora por sua harmonização.
E, no momento de despertar, quando Diana abre os olhos diante da vida espiritual e reconhece a grandeza do amor de Deus, eis que ela revê a Madre, a religiosa afetuosa e amiga que, com extremado amor, lhe diz:
- Agora, minha filha, você está pronta para ser aceita na minha ordem. Iremos trabalhar juntas, com a bênção do Senhor.
Nós, que sabemos como o mundo espiritual é fascinante, diz Divaldo, imaginemos o júbilo desse encontro.
Relato de: Divaldo Pereira Franco

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

NÓS PEDIMOS PARA NASCER?



Nina era uma criança muito bonita e mimada por todos da família.
Não desgrudava dos pais e vice-versa.
Mas, na adolescência, tornou-se uma garota cheia de vontades, imposições e afastou-se dos pais.
No seu momento de rebeldia e ingratidão dizia:
- EU NÃO PEDI PARA NASCER.
 
 
Diz Richard Simonetti: "Ledo engano. No Plano Espiritual não só pedimos como, não raro, imploramos a casais em disponibilidade que nos dessem a oportunidade de um retorno às experiências humanas, reconhecendo-as indispensáveis à nossa edificação e à solução de problemas cármicos."
Chico Xavier disse que quando psicografava o livro "NOSSO LAR", viu milhares de Espíritos que aguardavam, por longo tempo, a oportunidade de reencarnar, e completou dizendo que deveríamos respeitar o corpo que o Senhor nos concede, porque não será fácil uma nova oportunidade.
No livro "Missionários da Luz", o Espírito André Luiz, conta através da psicografia de Chico Xavier, a história de um Espírito que se preparava para reencarnar, com a intenção de reparar o erro que cometeu como mãe na Terra. Quando encarnada, foi devotadíssima mãe e esposa, mas contrariava a influência do marido no lar e estragava os filhos com excessos de meiguice sem razão. Eram três rapazes e uma jovem, que caíram muito cedo em desregramentos, e cedo desencarnaram. Após desencarnar entraram em regiões baixas. Quando esta mãe desencarnou, percebeu que falhou na educação dos filhos, então, implorou para reencarnar junto deles novamente. Seu pedido levou mais de 30 anos para ser concedido.

Observemos que, além de pedirmos, não é tão fácil uma nova oportunidade. Por isso, aproveitemos bem a nossa encarnação.
 
 
Estória e compilação de Rudymara
 
 
 
 

terça-feira, 19 de agosto de 2014

PADRE LÉO FALOU SOBRE A REENCARNAÇÃO


 
 
“QUEM DIZ ACREDITAR EM REENCARNAÇÃO, NÃO ACREDITA, EU JÁ FALEI ISSO MUITAS VEZES. SE ACREDITASSE DEIXAVA HERANÇA PRO PRÓPRIO NOME. "EU VOU VOLTAR!" DEIXAVA REGISTRADO EM CARTÓRIO "VOLTEI!" DEUS NÃO TRABALHA COM LIXO RECICLADO! JESUS NÃO VEIO INVENTAR IDEIA ERRADA SOBRE A MORTE." - Padre Léo


Recebi esta frase de uma amiga que ficou muito chateada com esta declaração do padre. Eu disse que já havia lido, mas que relevei. Nós temos que aprender a aproveitar o que a pessoa passa de bom, o que não nos interessa devemos ignorar e respeitar.
Mas, aproveitaremos para esclarecer o assunto.
Padre Léo falou isso porque não sabia que, quando retornarmos, ou seja, reencarnarmos, estaremos utilizando um novo corpo físico, com uma nova família, novo nome e sobrenome escolhido pelos novos pais e, talvez, em outra cidade, estado ou país e, esquecidos do passado reencarnatório. Portanto, não adianta deixar registrado em cartório. A única coisa que deixamos registrado no "cartório da vida" são as ações boas e/ou más que realizamos e que colheremos.
E Deus não cria lixo, cria espíritos. Estes espíritos irão reencarnar até aprender a vivenciar as leis divinas. E isso não acontece em uma única encarnação. Ninguém aprende tudo freqüentando apenas um ano na escola. Assim acontece conosco. Cada encarnação é como se fosse um ano na escola chamada Terra. Os mais preguiçosos demoram mais para pegar o diploma e os mais aplicados alcançam seu objetivo mais rápido. Ou seja, aquele que se esforça para seguir as leis de Deus evolui mais rapidamente. Portanto, o lixo não somos nós e sim o que desenvolvemos e alimentamos dentro de nós e que devemos excluir para que possamos crescer espiritualmente. Tais lixos chamam-se preconceito, ódio, ressentimento, desrespeito, mágoa, vícios em geral, falta de perdão, maledicência, etc.
Nós espíritas não acreditamos num local chamado Céu e outro chamado Inferno. Para nós, Céu e Inferno são estados da alma. E não acreditamos que em uma só vida Deus possa avaliar quem vai viver eternamente no céu ou no inferno. Basta observarmos uma criança que nasce com sérios problemas mentais, físicos, doenças terríveis. Como avaliá-la? Por que nasceu assim? É justo? É justo Chico Xavier, Irmã Dulce, Francisco de Assis e outras pessoas boas sofrerem tanto e pessoas más passarem pela vida saudáveis? Sem conhecer a reencarnação não é justo. E, como pode uma pessoa ir para o inferno e viver lá para sempre sem chance de tentar fazer melhor o que ele errou? Até os pais falíveis da Terra dão chance aos seus filhos, imaginemos Deus. Como pode Ele, através dos ensinamentos de Jesus, pedir para nós perdoarmos e Ele não perdoar? Precisamos usar o raciocínio. Tenho certeza que padre Léo já reavaliou sua declaração.
Não queremos convencer ninguém a acreditar na reencarnação, mas só pedimos respeito e que estudem antes de falar sobre um assunto.
“Se a nossa esperança em Cristo se limita apenas a esta vida, somos os mais infelizes de todos os homens. ” - 1 Coríntios 15:19


Rudymara





segunda-feira, 18 de agosto de 2014

MORTE COLETIVA


No livro "Ação e Reação" o espírito André Luiz narra, através da mediunidade de Chico Xavier, um acidente de avião onde 14 pessoas desencarnaram.
O mentor chamado Druso esclareceu que o socorro só seria possível para 6, porque apesar do acidente ter sido igual para todos, a morte é diferente para cada um. Naquele momento seriam retirados da carne somente aqueles cuja vida interior (consciência tranquila) lhes concedia a imediata libertação. Quanto aos outros, cuja situação presente não lhes favorecia o afastamento rápido da armadura física, permaneceriam ligados, por mais tempo, aos despojos que lhes diziam respeito. A quantidade de dias que ficariam ali dependeria do grau de animalização dos fluidos que lhes retêm o Espírito à atividade corpórea. Alguns seriam detidos por algumas horas, outros, talvez, por longos dias . . . Corpo inerte nem sempre significa libertação da alma. O gênero de vida que alimentamos no estágio físico (quando estamos encarnados) dita as verdadeiras condições de nossa morte.
Isso, no entanto, não quer dizer que os demais companheiros acidentados estarão sem assistência, embora coagidos a temporária detenção nos próprios restos. De modo algum, ninguém fica desamparado. O amor infinito de Deus abrange o Universo. 
POR QUE ACONTECEM AS MORTES COLETIVAS? Divaldo diz que: "As mortes coletivas acontecem por fenômenos cármicos, decorrência natural da lei de causalidade. Aqueles que coletivamente feriram, magoaram, agrediram, desrespeitaram, as leis de uma ou de outra forma, encontram-se nas sucessivas jornadas da reencarnação para coletivamente resgatarem os crimes perpetuados." Mas, "o amor cobre multidão de débitos", ou seja, os que se dedicam ao Bem, à caridade, ao amor ao próximo, podem mudar seu carma. Como explica Divaldo: "Aqueles que individualmente se acham renovados pelo processo da renovação moral, aqueles que conseguiram romper as amarras do grupo, pelo Bem que fizeram, naturalmente minimizaram as conseqüências do Mal que realizaram, e muitas vezes são poupados, estão excluídos do débito coletivo pelo Bem que individualmente fizeram. Muitas vezes, num acidente aéreo, uma pessoa escapa; outro chega ao balcão do aeroporto e acaba de perder o vôo. Mas aquele “perder” de um vôo foi o “ganhar” da existência planetária; num acidente alguém consegue sobreviver." Mas, não nos esqueçamos que, ninguém morre, apenas voltam de onde vieram antes de nós. Oremos aos desencarnados e aos seus familiares que ficaram. Deus não desampara ninguém. Estes momentos devem servir de reflexão, de buscarmos o verdadeiro sentido da vida que, para nós espíritas é EVOLUIR. Precisamos viver sem achar que viveremos eternamente na Terra ou que nascemos para apenas "curtir" a vida. Precisamos questionar: "O que Deus espera de nós?" O importante é modificarmos "para melhor" nossas atitudes em relação a nós mesmos a ao próximo, para amenizarmos nossos débitos do passado ou para não contrairmos um no futuro. Afinal, não sabemos quais são nossos débitos do passado e quando seremos chamados a resgatar ou prestar contas.




Rudymara

domingo, 17 de agosto de 2014

CÃO DESENCARNADO RECEPCIONA DIVALDO FRANCO


 
Divaldo Pereira Franco contou que, certa feita, há alguns anos, esteve em determinada cidade brasileira, para uma conferência e, ao ser recebido na casa que iria hospedá-lo, assustou-se com um cachorro grande, que lhe pulou no peito. A anfitriã percebeu-lhe a reação:
- O que foi, Divaldo?
Foi o cachorro, mas está tudo bem!
Que cachorro, Divaldo, aqui não tem cachorro nenhum!
- Tem sim, esse pastor aí!
- Divaldo, eu tive um cão da raça pastor alemão, mas ele morreu há um ano e meio!
E Divaldo concluiu:
- era um cão espiritual!
Segundo nosso entendimento, é possível e até muito provável que esse cão desencarnado ainda estivesse por ali, no ambiente doméstico que o acolheu por muitos anos, tendo sua presença sido detectada pela mediunidade de Divaldo Franco.
 
 
 
 

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

O ANJO DA SAÚDE


 
Um homem enfermo invocou a Proteção do Cristo. De joelhos e braços abertos, o peregrino soluçava, contemplando o firmamento e dizia:
- Senhor, ampara-me o coração desalentado que sofre no círculo das provas! Está se esgotando os recursos para a resistência . . . Não durmo, sinto muita dor. Compadece-te, Senhor meu! Desce um raio de tua divina luz que me restaure a força física e me reerga o coração humilhado! Estou desiludido de todos os processos de cura, mobilizados na Terra. Por isso, volto-me para o céu, esperando-te a inesgotável misericórdia! Ajuda-me, Pastor do Bem! Vê os meus sofrimentos e auxilia-me ! . . .
Jesus ouviu a oração e enviou-lhe o Anjo da Saúde, que desceu, bondoso e prestativo, e surgiu aos olhos deslumbrados do infeliz enfermo.
Em êxtase, o doente fitou o mensageiro e suplicou:
- Emissário do Médico Divino, lava-me as feridas dolorosas, levanta-me o espírito abatido! Socorre-me, por piedade, caridoso emissário do Céu!
O Anjo afagou-lhe a cabeça, e exclamou:
- Meu amigo, põe a consciência nos lábios em oração e responde-me! Tens vivido de acordo com a Vontade de Deus, fugindo aos caprichos do coração? Viveste, até agora, amando o Senhor Supremo, acima de todas as coisas, e querendo ao próximo como a ti mesmo? Dedicaste teu corpo e tuas faculdades à execução das divinas leis? Estarás disposto a esquecer, de imediato, o passado criminoso? Desculparás, fraternalmente, sem qualquer sombra de hesitação , todos aqueles que te desejam o mal? Auxiliarás o inimigo? Perdoarás sempre, esquecendo ingratidões, injúrias e pedradas? Não emitirás pensamentos desarmônicos ante a felicidade do próximo? Partilharás a alegria do vizinho e a prosperidade do amigo, como se te pertencessem também? Etc., etc., . . .
O homem enfermo, respondeu em tom angustiado:
- Ainda não consigo seguir esse caminho!
O Anjo envolveu o infeliz num olhar de compaixão infinita e acrescentou:
- Oh! Meu amigo, ainda é cedo para receberes o socorro dos mensageiros da saúde! Se ainda não sabes viver, de acordo com a Vontade de Altíssimo, ainda lutarás com a enfermidade, por muito tempo. Por enquanto, não peças vantagens que não saberias receber! Roga ao Senhor te conceda a energia necessária para que te afeiçoes à lei do equilíbrio e às exigências da reflexão!
Em seguida o Anjo endereçou-lhe carinhoso gesto de adeus. O infeliz, entretanto, buscando retê-lo, exclamou em soluços:
- Oh! Enviado do Céu, confiarei em Jesus!
O Anjo contemplou-o, bondoso, e respondeu:
- Sim, eu sei. Isto, porém, não basta. É necessário que Jesus também possa confiar em ti . . .
E o emissário afastou-se, para dar conta de sua missão, nas esferas mais altas.
 
 
Irmão X – psicografia de Chico Xavier – do livro Lázaro Redivivo
 
 
OBSERVAÇÃO DE RUDYMARA: Pedimos tanto para Jesus, e damos tão pouco daquilo que Ele nos pede. Queremos tanto que Ele escute nossos pedidos, mas nos fazemos de surdos aos pedidos Dele para nós. Queremos que Ele faça a nossa vontade, mas nós pouco fazemos a vontade Dele.
Então, pensemos: "SE O ANJO DA SAÚDE VIER NOS VISITAR E FIZER TAIS PERGUNTAS, QUAL SERÁ NOSSA RESPOSTA?"

terça-feira, 12 de agosto de 2014

DROGAS E SUICÍDIO


Nós espíritas acreditamos que suicídio pode ser DIRETO e INDIRETO. Suicídio direto é quando damos um tiro no ouvido, cortamos o pulso, etc. E suicídio indireto é quando nos matamos lentamente, como através das drogas. E como espiritualistas que somos, ou seja, por acreditar que sobrevivemos após a morte do corpo físico, alertamos sobre o sofrimento no plano espiritual e o resgate que são difíceis. E quanto às drogas, precisamos nos mobilizar para não contribuir com seu alastramento. Como a paz se instalará na Terra se contribuímos com a violência? Só quem mora nela pode contribuir para que a paz se instale em nosso mundo. Ela não virá porque vestimos branco e fazemos passeatas levando cartazes com pedido de PAZ. Ela depende de nossas atitudes. Pensemos que, não haveria traficante se não houvesse usuário. Ninguém roubaria se não tivesse quem comprasse produtos roubados.
Allan Kardec perguntou aos Espíritos na questão 640 do O Livro dos Espíritos: "Aquele que não faz o mal, mas aproveita o mal praticado por outro, é culpável no mesmo grau?" E eles responderam:
É como se o cometesse; ao aproveitá-lo, torna-se participante dele. Talvez tivesse recuado diante da ação; mas, se ao encontrá-la realizada, dela se serve, é porque a aprova e a teria praticado se pudesse ou se tivesse ousado.

Então, podemos deduzir que, quem compra coisas roubadas ou drogas não faz mal "diretamente", mas faz de maneira "indireta" para si e para o próximo. Ele vai se aproveitar do produto que causou o mal e/ou irá causar o mal de alguém. E, além disso, o usuário é um suicida indireto. Então, será responsabilizado perante a lei divina. Pensemos como Espíritos imortais que somos. Que nossas atitudes sejam responsáveis. Pois, colheremos o que plantarmos. Somos Espíritos falíveis, mas não podemos ser acomodados. Sabemos o que é certo e errado. Temos discernimento para fazer nossas escolhas. Observemos os noticiários sobre a consequencia do mundo das drogas e façamos diferente. Tentemos buscar resolver nossos problemas sem arrumar mais problemas. Droga é fuga ilusória.

Rudymara





 





 
 
 

domingo, 10 de agosto de 2014

PARABÉNS, DIVALDO!




 
 
 
ESTE MÉDIUM CHAMA-SE DIVALDO PEREIRA FRANCO...... ELE TEM 87 ANOS DE VIDA.....ELE TEM UMA MANSÃO.....UMA MANSÃO DE AMOR E DE CARIDADE.....ESTA MANSÃO CHAMA-SE "MANSÃO DO CAMINHO".....FUNDADA EM 1952......UMA INSTITUIÇÃO ESPÍRITA GRANDIOSA QUE FICA NA BAHIA.....É UM COMPLEXO EDUCACIONAL COM 83.000m2......ELE TEM 600 FILHOS ADOTIVOS E CUIDA DE 3.500 CRIANÇAS....DEUS O ABENÇOE!

FELIZ DIA DOS PAIS!




 
 
"Na família, os pais tem deveres para com os filhos e os filhos além de respeito para com os pais, tem deveres com eles, mesmo quando são injustos. Porque os filhos, tem a tarefa de construir o seu futuro, e mais tarde ser o que o pai não foi para ele.”
Porque cada um vai habitar não o lar que merece, mas o lar de que necessita para lapidar o caráter, para desenvolver a personalidade, para crescer aos altos níveis de padrões da consciência.
No lar, as almas se encontram por vários motivos: resgate, apoio, afeição, desafeto, missão, etc. . .
Se por acaso, no ajustamento doméstico, essas guerras e batalhas contínuas que ocorrem a todo lado nos machucam, é que nós temos necessidade da dor, porque não soubemos utilizarmos do mecanismo do amor. Ou seja, estamos colhendo o que plantamos.
Como valorizaríamos a luz, se vivêssemos numa eterna claridade?
Com a visão reencarnacionista, podemos entender as diferenças de comportamento, e o nosso compromisso fica mais claro. Nós não nos juntamos dentro de um lar por acaso. Por isso, a proposta do Espiritismo é que: “O MELHOR É VIVER EM FAMÍLIA, APERTE ESTE LAÇO.”
 
 
 
Divaldo Franco.
 
 
 
 

AOS PAIS QUE SÃO PAI E MÃE


 
Muitos pais são muito responsáveis, ás vezes, mais que as mães. A eles deixamos nosso respeito. Pois, há muitas mulheres iludidas com os prazeres "passageiro" do mundo e negligenciando a maternidade. Algumas delegam a terceiros a guarda do filho em nome da "liberdade". Outras, quando formam nova família descartam o filho do primeiro casamento. A elas diremos: "lembrem-se, vocês responderão perante a lei divina."
Chico Xavier disse: "Várias vezes visitei com Emmanuel e André Luiz, as regiões do Umbral... Não vi por lá uma criança sequer, mas pude observar muitos pais que se responsabilizaram pela queda dos filhos - mais pais do que mães!..."
Então, também há mães no umbral.
 
 
 
 

PAIS SEPARADOS


 
 
OBSERVAÇÃO DE RUDYMARA: Numa separação, o casal não deve tratar o filho como se fosse um móvel ou objeto na partilha de bens, ou seja, brigam para ganhar a guarda ou brigam para empurrar a guarda ao outro.
E, durante e após a separação, ambos não devem falar mal um do outro ao filho. A briga é do casal, o filho ama ambos e não brigou com ninguém.
Pensem antes de falar algo do outro perto de seu filho.
Foram vocês que se escolheram para tê-lo. Ele não merece que vocês o use para brigar.
Muitos, decepcionados com o casamento falido, querem "curtir" a vida. E deixam o filho em segundo plano. Cuidado, isso é egoismo. Você quer curtir a sua vida e seu filho quer ser curtido por você. A partir do momento que vocês tem um filho, a vida dos pais devem mudar. Ele deve ser a prioridade em sua vida. Quem quer "curtir a vida" não deve ter filho ou deve aprender a "curtir" com ele.
Vocês tem direito de formar nova família, mas tem o dever de não esquecer a família anterior.
Então, não esqueçam de seus filhos. Liguem para eles, visitem, passeiem. Agreguem os filhos do novo casamento com o do antigo. Não acumule débito perante a lei divina. Pois, a lei é de causa e efeito. O que hoje você rejeita e ignora, amanhã entrará na sua vida para reparar erros do passado. Daí você poderá se deparar com pessoas difíceis em sua família que poderá ser este filho que você rejeitou no passado e que está reencarnando, ou seja, retornando aos seu convívio
.
 
 
 
 

AOS PAIS HOMOSSEXUAIS

Foto: <3 AOS PAIS HOMOSSEXUAIS <3

OBSERVAÇÃO DE JOSÉ RAUL TEIXEIRA: "Os bons espíritos nos dizem que o amor não tem sexo. Como é que podemos imaginar que o melhor para uma criança é ser criada na rua, ao relento, submetida a todo tipo de execração, a ser criada nutrida, abençoada por um lar de casal homossexual? Muita gente assevera que a criança corre riscos. Mas como? Nós vemos crianças correndo riscos nas casas de seus pais heterossexuais todos os dias? Logo, não devemos entrar nessa discussão que é tola e preconceituosa, aquele que tem amor para dar que dê. A grande massa de homossexuais que existe na sociedade é filha de casais heterossexuais.poderíamos concluir que são casais heterossexuais que fazem filhos homossexuais. E até hoje não temos nenhuma notícia dentre os casais homossexuais que criaram filhos que tenham se tornado igualmente homossexuais. Infelizmente, vivemos numa sociedade cristã hipócrita, as pessoas falam contra a adoção por homossexuais, mas não se predispõem a adotar. Temos que verificar que Deus não está observando qual é o direcionamento que estamos dando a nossa libido, Ele está acompanhando o amor que nós temos."
Na foto está Theodora Carvalho da Gama de 11 anos, a primeira criança adotada legalmente por um casal homossexual masculino. O casal Dorival Pereira de Carvalho Júnior e Vasco Pedro da Gama Filho estão juntos há mais de 20 anos.


OBSERVAÇÃO DE JOSÉ RAUL TEIXEIRA: "Os bons espíritos nos dizem que o amor não tem sexo. Como é que podemos imaginar que o melhor para uma criança é ser criada na rua, ao relento, submetida a todo tipo de execração, a ser criada nutrida, abençoada por um lar de casal homossexual? Muita gente assevera que a criança corre riscos. Mas como? Nós vemos crianças correndo riscos nas casas de seus pais heterossexuais todos os dias? Logo, não devemos entrar nessa discussão que é tola e preconceituosa, aquele que tem amor para dar que dê. A grande massa de homossexuais que existe na sociedade é filha de casais heterossexuais.poderíamos concluir que são casais heterossexuais que fazem filhos homossexuais. E até hoje não temos nenhuma notícia dentre os casais homossexuais que criaram filhos que tenham se tornado igualmente homossexuais. Infelizmente, vivemos numa sociedade cristã hipócrita, as pessoas falam contra a adoção por homossexuais, mas não se predispõem a adotar. Temos que verificar que Deus não está observando qual é o direcionamento que estamos dando a nossa libido, Ele está acompanhando o amor que nós temos."
Na foto está Theodora Carvalho da Gama de 11 anos, a primeira criança adotada legalmente por um casal homossexual masculino. O casal Dorival Pereira de Carvalho Júnior e Vasco Pedro da Gama Filho estão juntos há mais de 20 anos.
 
 
 
 
 
 

HÁ MAIS PAIS DO QUE MÃES NO UMBRAL




CHICO XAVIER ALERTA OS PAIS: "Várias vezes visitei com Emmanuel e André Luiz, as regiões do Umbral... Não vi por lá uma criança sequer, mas pude observar muitos pais que se responsabilizaram pela queda dos filhos - mais pais do que mães!..."
OBSERVAÇÃO DE RUDYMARA: Fazer filho qualquer homem pode fazer. Mas ser PAI vai além de uma simples satisfação sexual. Há as responsabilidades com aquele espírito que está voltando. E que, antes de ser nosso filho, é filho de Deus.
Sabemos que muitos pais são responsáveis, ás vezes, mais que as mães. A eles deixamos nosso respeito. Mas, precisamos alertar os irresponsáveis. Infelizmente, nossa sociedade ainda é machista. E grande culpa é de quem cria os meninos com este conceito. Observem que, a mulher é "mãe solteira", o homem não recebe o título de "pai solteiro". A mulher é chamada de "vadia, vagabunda, sem vergonha", etc., e o homem de "garanhão". Não vemos homens recebendo os mesmos títulos. Quem sofre com o estupro, é a mulher. Quem entra na Justiça para buscar pensão é a mulher. Na certidão de nascimento vemos "pai desconhecido" e não o contrário. Então, aos homens, diremos que, se cuidem, pois na próxima encarnação poderão nascer num corpo feminino e nele sofrer o mesmo abuso e desrespeito que estão fazendo as mulheres passarem, além de passar um tempinho no Umbral. E para as mulheres diremos, cuidem-se, valorizem-se e se acaso o homem que você escolheu para ser pai de seu filho não correspondeu às suas expectativas, crie seu filho com dignidade e responsabilidade. Pois, há muitas mulheres iludidas com os prazeres "passageiro" do mundo e negligenciando a maternidade. Algumas delegam a terceiros a guarda do filho em nome da "liberdade". Outras, quando formam nova família descartam o filho do primeiro casamento. A estas dizemos: "lembrem-se, vocês também responderão perante a lei divina."

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

JESUS COM VÍCIOS E HÁBITOS DO HOMEM COMUM?


 
A série do canal de TV a cabo Adult Swim tem como protagonista um sorridente Jesus Cristo negro que bebe, fuma maconha e fala palavrões pelas ruas de Los Angeles.
 
 
OBSERVAÇÃO DE RUDYMARA: Tanto faz a cor de sua pele, mas o que acontece é que, na frustração de não conseguir chegar a elevação espiritual de Jesus, muitos querem traze-Lo a seu grau de evolução. Pois, achando que Ele era um homem comum com desejos de um homem comum, justificaria suas próprias fraquezas. No mundo conturbado que estamos vivendo, precisamos de "bons exemplos" , porque de "mau exemplo" estamos cheios. E agora querem mudar o olhar que temos de Jesus, de um ser de grande evolução e bons exemplos para um ser comum, cheio de vícios, mazelas, falhas morais. Respeitamos quem não acredita nele, mas estes precisam respeitar quem acredita e o vê como modelo e guia espiritual.
 
 
 

PAIS DESPREPARADOS PARA EDUCAR


 
O que vem ocorrendo nos lares é que a maioria dos pais e mães estão despreparados para enfrentar as dificuldades do trabalho educativo e acabam por tomar atitudes erradas, tanto na prevenção quanto na terapêutica, para corrigir os problemas que surgem. Como disse André Luiz: “Na fase atual evolutiva do planeta, existem na esfera carnal raríssimas uniões de almas gêmeas, reduzidos matrimônios de almas irmãs ou afins, e esmagadora porcentagem de ligações de resgate. O maior número de casais humanos é constituído de verdadeiros forçados, sob algemas.” Portanto, diante dos ajustes de seus próprios problemas, os filhos tornam-se, muitas vezes, mais problemas. Muitos pais tentam compensar o tempo que ficam fora trabalhando ou por estarem separados comprando coisas para os filhos, fazendo suas vontades e não colocando limites. Com isso, muitos estragam seus filhos porque os liberam demais, outros prendem demais, outros os ignoram, transferindo a responsabilidade de educar para outras pessoas, ou então, superprotegem, transformando-os em egoístas, orgulhosos, frágeis diante dos problemas. Fazendo tudo para nossos filhos, eles acostumarão e acharão que todos terão que fazer o mesmo. Fraquejarão no primeiro obstáculo. Os meninos acharão que suas esposas deverão fazer tudo para eles e que eles não devem ajudar. E as meninas serão péssimas organizadoras do lar, e irão querer empregadas para mínimas coisas, ou dependerão dos pais para tudo. Resumindo, provavelmente, terão um casamento fracassado. Não os carreguemos nos braços, caminhemos com eles. Porque “Aquele que estraga seus filhos com mimos terá que pensar as feridas.” (Eclesiástico, 30:7).
Deus nos empresta Seus filhos, na confiança que possamos devolve-los melhores do que aqui chegaram, ou então, que os ajudemos a cumprir sua missão, pois há espíritos que são mais evoluídos que os pais.
Apesar do conflito individual ou pessoal dos casais, lembremos que, Deus não nos dá um fardo maior que possamos carregar. Se ele nos dá essa incumbência, é porque Ele nos acha capaz para tal missão.
 
 
Rudymara
 
 
 
 
 

"EDUQUE A CRIANÇA PARA NÃO PRECISAR CORRIGIR O HOMEM" - Pitágoras


 
“Os pais tem por missão desenvolver os de seus filhos pela educação. Constitui-lhes isso uma tarefa. Tornar-se-ão culpados, se vierem a falir no seu desempenho.” (questão 208)
 
 
E em Eclesiásticos 30:7 diz: “Aquele que estraga seus filhos com mimos, terá que pensar as feridas.” Isso não significa, em hipótese alguma, que os pais devam realizar uma incrível “mágica” e transformar seus filhos em “anjos” em alguns anos de convivência. O que Jesus nos pede é que sejamos sempre esforçados e dedicados a tão importante encargo, não desanimando ante as dificuldades ou desprezando o lar pela busca obsessiva dos fatores transitórios. O espírito não se modificará profundamente de um momento para o outro. Irmão X diz que “A criança é um espírito que já viveu outras existências, quase sempre tomando novo corpo, para se redimir de culpas anteriores.” Porém todo bom exemplo, toda boa palavra, toda corrigenda sincera, todo diálogo, toda energia, todo carinho, toda disciplina e todo amor jamais se perderão, mesmo que tenham sido encaminhados a um coração endurecido pelo mal, ainda carregando muito de preguiça, orgulho e egoísmo. Não somos responsáveis pelas imperfeições de nossos filhos, mas sim se adubarmos essas tendências infelizes ou se não as combatermos quanto podíamos. O mais importante não é darmos “shows” de virtudes paternais, e sim que nossos filhos, ao deixarem a vida física, estejam mais enriquecidos espiritualmente e moralmente do que quando chegaram a ela, mesmo que resistam teimosamente em abandonar às próprias sombras.
 
 
Do livro: Um desafio chamado família
 
 
 
 

A PATERNIDADE É UMA MISSÃO?

 
 
“É, sem contestação possível, que a paternidade é uma verdadeira missão. É ao mesmo tempo grandíssimo dever e que envolve, mais do que o pensa o homem, a sua responsabilidade quanto ao futuro.” (O Livro dos Espíritos, questão 582)
 
 
A responsabilidade dos pais é imensa na educação dos filhos. Não somente na preocupação de dar-lhes alimento, vestuário, brinquedos, lazer, escola, faculdade, conforto, mas principalmente, na dedicação em colocar-lhes no coração os sentimentos e virtudes que os orientarão e lhes iluminarão os caminhos.
No ambiente familiar, numa hierarquia natural das leis da vida, compete aos pais o dever de exercer o poder, a autoridade, sem confundir com autoritarismo. A receita está sempre no equilíbrio, conforme lembra Emmanuel: “Nem freio que os mantenha na servidão, nem licença que os arremesse ao charco da libertinagem.” No Antigo Testamento, no livro de Provérbios, 13:24 diz: “Quem poupa a vara, odeia seu filho; quem o ama, castiga-o na hora.” Obviamente, não devemos entender a vara como símbolo de violência, mas sim como: disciplina, energia, vigilância, a análise das más tendências, seguida de agentes reparadores, a orientação evangelizada, a palavra amorosa e firme nas decisões, o “sim” e o “não” no momento certo, a ordem paterna ou materna que leve ao cumprimento dos deveres.
 
 
do livro: Um desafio chamado família I
 
 
 
 

AOS PAIS QUE NÃO TEM TEMPO AOS FILHOS

Se a imagem nao carregar, clique em voltar em seu navegador e tente novamente!
 
Um menino, com voz tímida e olhos de admiração, perguntou ao pai quanto ele ganhava por hora.
O pai, ficou nervoso e não quis responder, mas após insistência do filho disse:
- 3 reais a hora.
Contente, o menino perguntou:
- Então papai, me empresta 1 real?
O pai, cheio de ira, xingou, esbravejou, mas acabou dando o dinheiro pedido.
O menino feliz disse:
- Obrigado papai! – e pulando da cama, pegou mais 2 reais de uma caixinha que estava sobre a cômoda, e concluiu – Agora completei 3 reais papai! Poderia me vender uma hora do seu tempo?
 
 
OBSERVAÇÃO: Muitos pais que, absorvidos pela profissão, pelos negócios ou pela vida social intensa que levam, nunca estão disponíveis para os filhos, deixando-os ao abandono, ou, quando muito, entregues aos cuidados de serviçais. Suscitam carência afetiva. Estes pais, correm o risco de perderem seus filhos às drogas, aos vícios, à marginalidade.
Pitágoras disse: “Eduquem as crianças e não será necessário castigar os homens.”
 
 
COMPILAÇÃO DE RUDYMARA
 
 
 
 

PAIS RELAPSOS

 
 
LEMBREM-SE DE QUE, A CADA PAI E A CADA MÃE, DEUS PERGUNTARÁ: QUE FIZESTES DO FILHO CONFIADO À VOSSA GUARDA?”....AFINAL, OS FILHOS, NA VERDADE, SÃO DE DEUS, ELES ESTÃO EMPRESTADOS A NÓS

terça-feira, 5 de agosto de 2014

FINALIDADE DO SEXO NA VISÃO ESPÍRITA

 
 
O SEXO É PECAMINOSO?
 Sexo, como disse Emmanuel, “é um atributo não apenas respeitável mas profundamente santo da Natureza, exigindo educação e controle.” Então, pecaminoso é a maneira que fazem uso do sexo, seja por um hetero ou um homo.

QUAL A FINALIDADE DO SEXO?
O sexo foi feito para a vida, para dar oportunidade para Espíritos encarnarem para ressarcir débitos ou para realizar provas, e não a vida foi feita para o sexo, como estão dando a entender hoje. O sexo é troca de energia, seja feito, com intenção de ter ou não filho, desde que seja com respeito, sem promiscuidade, sem troca constante de parceiro (a), seja homo ou hetero.


SE A FINALIDADE DO SEXO É DAR OPORTUNIDADE PARA ESPÍRITOS REENCARNAREM, POR QUE INVENTARAM O ANTICONCEPCIONAL?O anticonceptivo existe para controlar a quantidade de filhos que um casal quer ou pode ter. Ele não foi inventado para as pessoas fazerem uso do sexo de maneira abusiva, promíscua e sem responsabilidade.

O SEXO DEVE SER LIVRE?O sexo sempre foi livre e deve ser livre. Portanto, não devemos concordar com a promiscuidade e a vulgaridade com que ele é exercido, mas à liberdade com responsabilidade, mediante a consciência da sua finalidade. Hoje a mente das pessoas está no sexo; é a cabeça sexual. O estômago, quando se come demais, tem indigestão. Qualquer órgão de que se abusa, sofre o efeito imediato. O problema do sexo é a mente. Criou-se o mito que a vida foi feita para o sexo, e não o sexo para a vida. Depois da revolução sexual dos anos 60, o sexo saiu do aparelho genésico e foi para a cabeça. Só se pensa, fala respira sexo. (Divaldo Franco)

SEXO É AMOR?Não, sexo é um fenômeno biológico de atração magnética, porque os animais o praticam e não se amam. O amor é um sentimento, o sexo é um veículo de sensações. Quando irrigado pelas superiores emoções do amor, ele ilumina a alma e, sem o tempero santificante desta emoção, ele atormenta o Ser.
 
 
SE A FINALIDADE DO SEXO É DAR OPORTUNIDADE PARA ESPÍRITOS REENCARNAREM, POR QUE INVENTARAM O ANTICONCEPCIONAL?O anticonceptivo existe para controlar a quantidade de filhos que um casal quer ou pode ter (financeiramente falando). Ele não foi inventado para as pessoas fazerem uso do sexo de maneira abusiva, promíscua e sem responsabilidade.
Diz Emmanuel no livro Vida e Sexo: "Em torno do sexo, será justo resumirmos as normas seguintes:
Não proibição, mas educação.
Não abstinência imposta, mas emprego digno, com o devido respeito aos outros e a si mesmo.
Não indisciplina, mas controle.
Não impulso livre, mas responsabilidade.
Fora disso, é teorizar simplesmente, para depois aprender e recomeçar a obra da sublimação pessoal, tantas vezes quantas se fizerem precisas, pelos mecanismos da reencarnação, porque a aplicação do sexo, ante a luz do amor e da vida, é assunto pertinente à consciência de cada um."
 
 
 
Observação: Jovens e idosos ( já que aumentou o número de casos de AIDS na terceira idade), tomem cuidado com a indústria do sexo. A grande mídia estimula as sensações mais primitivas para poder vender prazer. As consequências estão aí: doenças sexualmente transmissíveis acabando com a saúde e a vida, gravidez indesejada, relacionamentos infelizes por confundirem sexo com amor e pela facilidade de troca de parceiro, etc. Quando as mulheres não facilitarem tanto, os homens as respeitarão mais. Porque, o que eles querem, não estará fácil, daí terão que conquistar através de: carinho, presentes, respeito, agrados, etc.
 
 
 
Compilação e observação de Rudymara
 
 

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

ONDE ESTÁ JESUS?


 
Onde está Jesus quando vemos uma pessoa matando outra pessoa?
Onde está Jesus quando vemos um jovem sendo violento com outro jovem?
Onde está Jesus quando vemos alguém fazendo uso de drogas lícitas e ilícitas?
Onde está Jesus quando vemos alguém adulterando?
Onde está Jesus quando usamos a vaga de deficiente ou idoso sem que sejamos nem um nem outro?
Onde está Jesus quando alguém maltrata um animal, um idoso, um índio, um negro, um homossexual, uma criança, a mulher, um subalterno, etc.?
Onde está Jesus quando alguém desvia dinheiro público da saúde, da educação, etc.?
Onde está Jesus quando alguém é favorável ao aborto, pena de morte, eutanásia?
Onde está Jesus quando nossos jovens usam sua sexualidade de maneira promíscua?
Onde está Jesus quando um programa de televisão forma opinião negativamente?
Enfim, poderíamos ficar aqui enfileirando várias outras perguntas, mas a principal é: ONDE ESTÁ JESUS?

E a resposta é: "Jesus está esquecido, por muitos de nós." Pois, quando ele for lembrado, não só para pedirmos favores, mas para saber como devemos agir diante das situações e pessoas, as brigas, os desentendimentos, ódios, revides, assassinatos, inveja, guerras, etc, desaparecerão.
Por enquanto, para muitos, Jesus é apenas um ornamento de pescoço, parede, alvo de interesses pessoais e que é lembrado por alguns minutos ou horas no templo religioso ou quando algo está ruim ou difícil em nossa vida.
Então, está na hora de perguntarmos: SERÁ QUE JESUS ESTÁ EM NOSSAS ATITUDES? Pensemos nisso!
 
 
Rudymara
 
 
 
 
 

sábado, 2 de agosto de 2014

ENSINAR A PESCAR



 
TEM GENTE QUE DIZ NÃO FAZER A CARIDADE DA ESMOLA PORQUE VICIA OU PORQUE O CERTO É ENSINAR A PESCAR AO INVÉS DE DAR O PEIXE.....PERGUNTAMOS: "SERÁ QUE ESTA PESSOA JÁ PASSOU FOME OU POR ALGUMA NECESSIDADE FINANCEIRA? SERÁ QUE ELA, PELO MENOS, ENSINOU OU ENSINA ALGUÉM A PESCAR?" 
CONSULTEMOS NOSSA CONSCIÊNCIA ANTES DE TOMAR  QUALQUER ATITUDE. PORQUE SEREMOS COBRADOS, NÃO SÓ PELO QUE FIZEMOS DE RUIM, MAS TAMBÉM PELO QUE DEIXAMOS DE FAZER DE BOM.
 
 
 
 
Rudymara




 

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

ANDRÉ LUIZ REVÊ SUA MÃE EM SONHO



Pergunta: No cap. "O Sonho", do livro "Nosso Lar", o Espírito André Luiz descreve o seu encontro em outro plano vibratório com sua mãe, afirmando que o sonho não era propriamente qual se verifica na Terra; que deixara o veículo inferior e que tinha absoluta consciência daquela movimentação em plano diverso, onde as noções de espaço e tempo eram exatas. Qual é esse veículo inferior mencionado por André Luiz? Como se deu esse processo? Qual a diferença atribuída ao sonho nos dois planos de vida?



Divaldo responde: A mim, parece que, naquele estágio, André Luiz estando em corpo espiritual, portanto, com o perispírito vinculado, que lhe preservava a forma que tivera na Terra, no estado de sono fisiológico - porque o perispírito tem estrutura fisiológica (aparência física) - em Espírito, foi até à sua mãe numa região superior, deixando o "casulo" perispiritual, que é o veículo grosseiro, necessário para nós na Terra, porque é o modelador da nossa aparência, e através da inutilidade da forma na plenitude espiritual, em um estágio de absoluta consciência de si mesmo, deslocou-se e teve o contato direto com a genitora (...)